Opinião - Ser garupa de Bolsonaro não credencia Gilson Machado para disputar governo de Pernambuco - Por Ismael Alves




Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

Há um ditado popular que diz que não devemos confundir alho com bugalho, pois são coisas distintas. Imaginar que Gilson Machado Neto, Ministro do Turismo, se fortaleceu politicamente para uma eventual disputa ao Governo do Estado em 2022, simplesmente pelo fato de ter sido garupa de Bolsonaro durante motociata no Agreste, não passa de equívoco ou massagem de ego. 


Gilson Neto pode até ser um ministro esforçado, mas não tem a menor musculatura política para pleitear, com chance de vitória, o cargo de governador de Pernambuco. O que acontece, na verdade, é que ele conquistou a simpatia do eleitorado bolsonarista, o que também não significa poder de agregamento entre os eleitores da direita.

Outro detalhe óbvio que precisa ser levado em consideração é que, qualquer pretenso candidato ao cargo de governador que deseje contar com o apoio de Bolsonaro, precisa ter habilidade de diálogo para ultrapassar as fronteiras das bolhas criadas pela polarização ideológica, afinal de contas, só o voto de direita é insuficiente para eleger governador em Pernambuco, atualmente.

2 Comentários

  1. Em um país onde tivemos uma Dilma como presidente, nao espero mais nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em 2014 com Dilma tínhamos pleno emprego e políticas públicas.
      Com o golpe na Democracia o POVÃO está sofrendo com esses INCOMPETENTES cheios de crimes de peculato e responsabilidade.

      Excluir
Postagem Anterior Próxima Postagem