"Lamentavelmente, estamos perdendo essa luta", diz advogado sobre fechamento da Comarca de Cortês



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


Precursor da luta contra o fechamento do Fórum de Cortês, na Mata Sul, o advogado Salatiel Cortez não esconde sua preocupação diante do fantasma do retrocesso que assombra 43 cidades pernambucanas com a desativação de comarcas, incluindo a de Cortês.


Em 2020, quando houve a confirmação do fechamento das comarcas em Pernambuco, Salatiel era vereador e encabeçou diversas mobilizações pela permanência das atividades do Fórum do município.


Ao blog, Salatiel relembrou uma recente trajetória recente que contou com a apresentação de justificativa formal com razões lógicas explicitando a necessidade da permanência da comarca em funcionamento.


O engajamento de Salatiel resultou no envolvimento da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE) na causa, além da Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), Associação da Magistratura e outros órgãos que se uniram em torno da bandeira erguida pelo então vereador, incluindo até intercessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).


Ao mesmo tempo em que relembra seu histórico de luta em torno de um bem comum, Salatiel Cortez não esconde o sentimento de tristeza diante do que classifica como "insensibilidade do TJPE" e "falta de atitudes de alguns governantes" que "não estão levando em consideração o mal que [o fechamento do Fórum] irá causar a toda sociedade" e desabafa: "lamentavelmente, estamos perdendo essa luta".


O advogado também cita a pandemia como um obstáculo que dificultou as manifestações, mas garante que não se rendeu diante da luta.


--Publicidade--



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem