Deputado Erick Lessa solicita que Prefeitura de Caruaru amplie vacinação contra covid-19 para pessoas com mais de 60 anos





Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


Através de indicação, o deputado estadual Erick Lessa (Progressistas) solicitou que a gestão do município de Caruaru amplie a faixa etária de mais de 60 anos para o agendamento e vacinação contra a covid-19. Segundo o documento, protocolado nesta terça-feira (20), o apelo justifica-se porque Caruaru está aquém na execução do cronograma de vacinação com doses distribuídas.


Dados do site da Prefeitura apontam que o município teria recebido 66.722 doses de vacinas e aplicado 43.912 doses até o dia 19/04. “As referidas informações nos preocupam, partindo do pressuposto de que várias outras cidades, com quantitativo populacional superior, e que também recebem as doses de vacinas em quantidade proporcional à população, já iniciaram vacinação para o grupo acima de 60 anos de idade, enquanto que Caruaru apenas a partir do dia 17/04 entrou na fase de cadastro/agendamento das pessoas com 63 e 64 anos”, compara o deputado.


Municípios como Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Recife, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe iniciaram o cadastro e vacinação para pessoas com mais de 60 anos de idade. Em Petrolina, a vacinação de pessoas acima de 62 anos ocorre desde o dia 12, e o cadastro de quem tem mais de 61 anos foi iniciado no dia 17. “Neste cenário, tendo em vista que já foram distribuídas doses de vacinas tanto Sinovac/Butantan quanto Astrazeneca/Fiocruz para 1ª dose do público de 60 a 64 anos (Ofício Circular SIDI n.º 13/2021 de 14 de abril de 2021), vendo que municípios com número de idosos similar ou até superior ao número de Caruaru já iniciaram vacinação em faixa etária inferior à que vem sendo praticada por Caruaru, observada também a necessidade de celeridade e efetividade da vacinação contra covid-19, apelamos para que a Prefeitura de Caruaru amplie a faixa etária de mais de 60 anos o agendamento e vacinação contra covid-19 no município de Caruaru”, registra o documento.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem