Exclusivo | Léo Giestosa e aliados ingressam na Justiça para garantir cumprimento de decisão judicial que determina nova eleição na Câmara; pedido é deferido e Mesa Diretora será eleita nesta sexta-feira (22)



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


Os vereadores que compõem a base de sustentação do prefeito Joselito Gomes (PSB) na Câmara de Gravatá, Agreste, moveram, na última terça-feira, 19,  uma ação judicial com pedido de 'Tutela Cautelar Antecedente', através da 2ª Vara Cível da Comarca de Gravatá, com o intuito de garantir o cumprimento de decisão judicial  proferida pela própria Comarca, em 15 de janeiro deste ano, que determina a realização de nova eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal no prazo de 05 dias.

A ação foi impetrada pelos vereadores Léo Giestosa (PTB), Adeildo do Abacaxi (MDB), Neném de Uruçu (PV), Cabritinha (PSB), Zé da Saúde (PSB), Nego Suíno (PSB), Luis Prequé (PSD) e Leandro do Transporte Alternativo (PL), em desfavor do vereador Léo do Ar (PSDB), presidente interino.

Ontem, quinta-feira, 21, a Juíza Brenda Azevedo Paes Barreto Teixeira deferiu o pedido  apresentado pelos parlamentares - 0000051-72.2021.8.17.2670 - determinando ainda que o vereador Léo do Ar não realize qualquer gestão financeira nas contas da Câmara, bem como: "movimentar, gastar, pagar, emitir cheques ou proceder o uso de pagamentos dos valores recebidos pela prefeitura a título de duodécimo, até a escolha definitiva do presidente da Casa". 

Ainda de acordo com a decisão da Magistrada, o descumprimento da sentença acarretará em multa diária no valor de R$ 1.000,00, além de  aplicação de multa por "ato atentatório à dignidade da Justiça" equivalente a 10 salários mínimos e mais uma outra multa no mesmo valor, por "litigância de má-fé". 


Reunião prevista para às 20h desta sexta-feira


Na manhã desta sexta-feira, durante participação na 1ª edição do programa Jota Silva, na rádio Gravatá FM, o vereador Léo do Ar se manifestou publicamente sobre o assunto pela primeira vez. Na ocasião, o parlamentar assegurou que, conforme determinou a Justiça, a nova eleição da mesa da Câmara será realizada hoje, às 20h. Hoje é o último dia do prazo estabelecido pela Justiça para cumprimento da sentença. 


Léo Giestosa tem maioria


Se não houver nenhum fator surpresa, o vereador Léo Giestosa será o novo presidente. O parlamentar conta com o total de 8 votos, incluindo o seu. O número representa maioria na Casa Vereador Elias Torres, composta por 15 legisladores. 

Publicidade-



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem