Ticker

6/recent/ticker-posts

Coluna especial | Acusada durante a campanha de ser contra a palavra de Deus, Marília não esqueceu do verdadeiro sentido do Natal - Por Ismael Alves



Ismael Alves
ismaelgravatafm@gmail.com
(81) 99139-7305


A 'Coluna Especial' do Blog Política no Forno volta a abordar mais uma situação envolvendo a deputada federal Marília Arraes (PT), em especial, no que diz respeito ao viés religioso. 

Na véspera de Natal, a parlamentar esteve  acompanhada da família na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Serrita, interior de Pernambuco. 

Marília ouviu a liturgia natalina e compartilhou de ritos tradicionais natalinos na Igreja Católica Apostólica Romana. O que é algo tão comum para milhões de brasileiros, é também para a deputada. 

Entretanto, cenas como essa passaram a chamar a atenção depois das eleições municipais deste ano. Durante o pleito em que concorreu à prefeitura do Recife, Marília foi duramente acusada pela campanha de João Campos (PSB) de não ter respeito pela fé cristã, embora, tenha praticado o catolicismo durante toda a sua vida, conforme tradição familiar.

Acontece que, mesmo depois do período eleitoral, é Marília, e não João, que tem demonstrado identidade - e tratado com importância -  a fé cristã. No Dia da Bíblia, por exemplo, a parlamentar publicou um vídeo em alusão ao livro sagrado e relembrou as fake news que enfrentou durante sua campanha. João Campos sequer se manifestou sobre a data nas redes sociais. 

O mesmo ocorreu durante o período natalino. Marília foi à igreja, participou da missa e publicou mensagem nas redes sociais destacando o verdadeiro sentido do Natal, que é o nascimento de Jesus. João, por sua vez, apenas através de uma ilustração, se referiu ao Cristo. Durante todas as suas postagens feitas no período natalino, nenhuma destacou, nominalmente, o filho de Deus.