Chuvas deixam 46 pessoas desalojadas e três feridas no Grande Recife; Apac faz novo alerta



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

G1 - As chuvas que atingem o Grande Recife desde a segunda-feira (9) causaram alagamentos, queda de árvore e deslizamentos de barreiras, deixando 46 pessoas desalojadas e três feridas. De acordo com a Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe), 20 pessoas precisaram deixar as suas casas no Recife, 17 em Jaboatão dos Guararapes e nove em Ipojuca, no Litoral Sul.

A previsão da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) é de que as chuvas continuem com intensidade moderada, até a manhã da quarta (11) na Região Metropolitana e Zona da Mata.

Por causa do volume acumulado, o aviso meteorológico foi renovado com "estado de observação", que indica a possibilidade de ocorrerem novos deslizamentos.

Uma árvore caiu na Zona Norte da capital pernambucana, no mesmo local onde uma barreira deslizou entre a segunda (9) e terça (10) e atingiu seis casas.

Três pessoas ficaram feridas e foram retiradas do local do deslizamento. Por nota, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), anunciou que a Prefeitura do Recife vai prestar todo o apoio necessário às famílias que foram atingidas.

Moradores ficam feridos em deslizamento de barreira no Brejo da Guabiraba, no Recife

De acordo com a Apac, os acumulados maiores registrados na Região Metropolitana do Recife nas últimas 24 horas são resultado de um fenômeno provocado por um canal de umidade favorecendo a ocorrência de chuvas moderadas no setor leste do Estado de Pernambuco.

O Cabo de Santo Agostinho foi a cidade onde mais choveu. O esperado para este mês é de 157 milímetros e nas últimas 24 horas, foram 134 milímetros.

Ou seja, em um dia, choveu o esperado para 26 dias do mês de agosto. Em Olinda, dos 207 milímetros previstos para o mês, choveu 126 milímetros em 24 horas. A chuva de um dia foi equivalente a 19 dias.

A terceira cidade onde mais choveu foi Jaboatão dos Guararapes, com 124 milímetros, enquanto a média de agosto é de 187 milímetros.

Em um dia, choveu o esperado para 20 dias. No Recife, de acordo com a Apac, o esperado para agosto é 213 milímetros. E choveu na capital 104 milímetros da segunda para esta terça (10), ou seja, choveu em um dia o equivalente a 15 dias, metade do mês.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem