Letreiro móvel superior

8/recent/ticker-posts

De autoria de Marco Aurélio Filho, João Campos sanciona lei que torna o Movimento Brega Patrimônio Cultural Imaterial do Recife



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), sancionou na tarde desta quinta-feira, 1º de julho, a lei 01/2021 de autoria do vereador Marco Aurélio Filho (PRTB), que concede ao Movimento Brega o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Recife.

No último dia 30 de maio o título foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal do Recife. De acordo com o texto da lei, a iniciativa é uma forma de incentivar e valorizar os artistas, dançarinos, empresários e todos aqueles que direta ou indiretamente contribuem com o cenário econômico e cultural da cidade do Recife.

“O título é mais uma forma de reconhecimento ao movimento brega, que surge da nossa periferia e gera oportunidade, renda e emprego. Com a lei, além de valorizar toda uma cadeia produtiva que está envolvida, faz com que qualquer evento cultural na cidade tenha em sua grade pelo menos um representante do frevo e um do brega", ressaltou o vereador Marco Aurélio Filho.

Diversos artistas do Movimento Brega participaram do ato, entre eles o Mc Sheldon, Dany Myler, Elisa Mel, Michelle Mello, Neiff, Mc Elvis, Palas Pinho, Valquíria, Brega Bregoso, Thiago Gravações e a marca Estilo Bregoso.

Também esteve presente no encontro o presidente da Câmara Municipal do Recife, Romerinho Jatobá (PSB).