AGU pede habeas corpus para Pazuello ficar calado na CPI da Pandemia





Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


A Advocacia-Geral da União (AGU) pediu na quinta-feira (13) ao Supremo Tribunal Federal que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello possa permanecer calado, sem correr o risco de ser preso, na CPI da Pandemia. 

Ao defender o comparecimento de Pazuello, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) disse que a atitude da oposição na comissão pode ter levado ao pedido. 

Na expectativa da negativa do habeas corpus, o senador Humberto Costa (PT-PE) considera que o pedido revela admissão de culpa do ex-ministro da Saúde. O depoimento à CPI está marcado para quarta-feira (19).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem