Câmara de Gravatá | "Decisão é clara e determina a realização da eleição da Mesa em 24 horas", afirma advogado sobre sentença de Desembargador



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


Habilitado nos autos do processo que busca a realização de uma nova eleição da Mesa Diretora da Câmara de Gravatá, Agreste, o advogado Jonh Lennon conversou com o editor deste blog sobre a decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) proferida na última sexta-feira, 05, pelo Desembargador Honório Gomes do Rego Filho, que restabelece a decisão da 2ª Vara Cível da Comarca de Gravatá, determinando nova eleição interna no Poder Legislativo.

Para Jonh Lennon, "a decisão é clara e determina a realização da eleição da mesa em 24 horas", afirmou. O advogado ainda vê pouca possibilidade do vereador Léo do Ar (PSDB) que segue ocupando a presidência, conseguir reverter a decisão com os recursos que lhe restam. Na sua percepção, caso isso ocorresse, traria mais insegurança jurídica. 

Leia a íntegra da sua opinião:



"A decisão do Desembargador restabelece a segurança jurídica ! Decisão bem fundamentada com base nas provas dos autos e em consonância com a realidade fática! Quanto ao prazo não há qualquer dúvida , a decisão é clara e determina a realização da eleição da mesa em 24 horas ! Embora exista alguns recursos disponíveis , entendo ser pouco provável que a referida decisão seja revista de alguma forma, isso iria trazer mais insegurança!"


A disputa


Não havendo surpresa na realização de uma nova eleição da Mesa Diretora, o cargo de presidente será disputado entre os vereadores Léo Giestosa (PTB) e Léo do Ar. 

Giestosa conta com o apoio da base governista e soma 8 dos 15 votos, enquanto Léo do Ar, que ocupa o cargo ao longo dos últimos quatro anos, reúne 7 votos da bancada oposicionista. 

--Publicidade--

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem