Cumaru | É falsa pesquisa que aponta Mariana liderando corrida eleitoral; responsáveis e beneficiados poderão ser multados em mais de R$ 54 mil



Ismael Alves
ismaelgravatafm@gmail.com
(81) 99139-7305


Na reta final das Eleições 2020, a disputa pelo eleitorado indeciso torna-se mais intensa. Para abocanhar essa fatia de votos, há quem pratique tudo, inclusive, crime eleitoral.

No início da noite deste sábado, 14, uma pesquisa falsa sobre o cenário da disputa eleitoral em Cumaru, Agreste, passou a circular nos grupos de WhatsApp e outras plataformas online. O arquivo fraudulento mostra a prefeita Mariana Medeiros (PP) liderando a disputa pela prefeitura, seguida do candidato impugnado Eduardo Tabosa (PSD) e mostrando Nadjane Peixoto (Cidadania), candidata à prefeita, em situação inexpressiva. 

Entretanto, as informações que estão sendo divulgadas por apoiadores de Mariana, não reflete a realidade do cenário eleitoral. Este blog consultou o sistema do STE e constatou que não consta pesquisa eleitoral para Cumaru. O Ministério Público Eleitoral acompanha o ocorrido e trabalha em busca de providências. 

O compartilhamento de pesquisa falsa, além de crime eleitoral, também pode desequilibrar o pleito. A aplicação de multa por divulgação de pesquisa eleitoral fraudulenta varia de R$ 54 mil a R$ 106 mil. A pena pode ser aplicada a quem compartilha, como também, a quem é beneficiado.

Consulta ao site do TSE mostra que não há pesquisa registrada para Cumaru (Clique para ampliar imagem)



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem