Letreiro móvel superior

8/recent/ticker-posts

Com Fábio Porchat, Netflix exibe filme com incentivo à pedofilia e recebe críticas



Ismael Alves - Um filme brasileiro disponível na plataforma Netflix, com faixa indicativa para 14 anos de idade, tem gerado uma onda de críticas na internet. Trata-se do longa metragem entitulado "como se tornar o pior aluno da escola", inspirado em um livro de Danilo Gentili, tendo  o ator Fábio Porchat no elenco. Nele, Porchat protagoniza um diretor de uma escola que abusa sexualmente de crianças. 

Apesar do aparente perfil de comédia infanto-juvenil, o filme tem cenas indecorosas que estimulam a pedofilia, razão que tem despertado repúdio no público. Na internet, pais têm feito alertas sobre o filme. 

Porchat é um dos atores que foi alvo de críticas na produção "A primeira tentação de Cristo", do grupo Porta dos Fundos,  lançada pela Netflix em 2019, que despertou reprovação de grande parte da população brasileira por satirizar Jesus e zombar de valores cristãos.