Ticker

6/recent/ticker-posts

Haddad articula para ter Marina Silva como vice na disputa pelo Governo de São Paulo



Correio Braziliense - O cargo de vice-governador na chapa de Fernando Haddad (PT) em São Paulo ainda pode ser ocupado por Marina Silva, mesmo a ex-ministra já ter negado o convite. Segundo os interlocutores da campanha estadual, a articulação tem sido feita pelo próprio ex-prefeito e se manterá até 5 de agosto, última data para o fim das convenções.

No último sábado (24/7), Haddad foi aprovado como candidato do partido ao governo de São Paulo, mas não mencionou quem ocupará o cargo de vice. Até o momento, quem deveria indicar um nome deveria ser o PSol, já que é o segundo maior partido da coligação chamada Federação Brasil Esperança, a união de siglas da esquerda.

O candidato petista tem negociado a possibilidade de o Psol desistir de se tornar vice na chapa. A ex-ministra do meio ambiente é da Rede, mas fontes confirmaram, reservadamente ao Correio, que outro nome envolvido na especulação para o cargo é o de Jonas Donizette (PSB), ex-prefeito de Campinas.

Haddad e Donizette encabeçaram a gestão de regiões em São Paulo na mesma época. Segundo o Blog da Rose, do portal da Band, houve pedidos de caciques petistas para que o político do PSB adiasse até amanhã (25/7) a live em que anunciaria a candidatura a deputado federal.

O candidato petista ainda tem até 5 de agosto para bater o martelo sobre a aproximação com o União Brasil e garantir o apoio na campanha paulista. Para essa etapa de negociação, estariam envolvidos o próprio candidato do partido à presidência da República, Luciano Bivar. Além de Antonio Rueda, que tem sido sondado pelos articuladores da campanha de Rodrigo Garcia (PSDB).