Ticker

6/recent/ticker-posts

Férias: Dicas para passear em Recife e Olinda sem perder o foco nos estudos



Férias chegando e muita gente já está com a bagagem pronta para as viagens. Além de passeios programados, nesse período, geralmente, os planos também englobam dormir mais um pouco, descansar e até maratonar séries. Para os jovens, equilibrar lazer e estudos é uma vantagem a mais. Já que as aulas vão retornar em breve e quanto mais conhecimento for adquirido, melhor a assimilação do conteúdo visto em sala. Então, aproveitar o tempo de férias para passear e explorar novos conhecimentos é um diferencial interessante para o aluno que quer ser destacar nos estudos.

Quem dá as dicas para incrementar as férias com passeios ricos em detalhes e impulsionar o aprendizado, é o professor de História do Colégio GGE, Filipe Domingues. Veja as opções de lazer para tirar proveito para a aprovação no Enem ou no vestibular. Segundo Filipe, vale a pena vivenciar as férias com sabedoria. “É tempo de conhecer lugares novos e também aproveitar para colocar alguns assuntos em dia. Vale se divertir bastante para voltar às aulas com as baterias renovadas”, sugeriu.

“O aluno que tem conhecimento do mundo, que visita museus e que explora a História da Arte, com certeza acertará muitas questões da prova de linguagens, envolvendo assuntos relacionados a esses temas”, explicou. Uma oportunidade bastante válida é a Exposição Van Gogh, que acontecerá até o próximo dia 31, no Shopping Recife, em Boa Viagem.

Ainda na capital pernambucana, o professor sugeriu visitas à primeira Sinagoga Israelita das Américas, ao primeiro Observatório Astronômico das Américas e à primeira cervejaria do Brasil. Vale a pena também conhecer o Instituto Ricardo Brennand, na Várzea, assim como os museus da Abolição, Cais do Sertão, museu do Homem do Nordeste e museu do Estado de Pernambuco. Os fortes do Brum e das Cinco Pontas também são pontos turísticos que contribuem bastante com o aprendizado. Outra ideia simples é um passeio pelas ruas do Recife Antigo, que conduzirá a achados arqueológicos pelas ruas da cidade. Além disso, vale aproveitar a programação para experimentar bolos típicos da culinária regional, como Souza Leão e o Bolo de Rolo - que são patrimônios imateriais e produtos de exportação.

Em Olinda, Filipe Domingues citou o encantador centro histórico como rota obrigatória para quem quer conhecer melhor a História de Pernambuco. O local possui várias construções bem preservadas do período pós-colonial e espetaculares igrejas barrocas. Também tem ateliês de arte e muitos restaurantes com comidas típicas. O Jardim Botânico de Olinda é uma outra opção. Um lugar cheio de espécies de plantas trazidas de outros continentes para o Brasil, durante a colonização portuguesa.

Mais um ponto imperdível para visitar é o Museu de Arte Sacra de Olinda. E olha que legal: um fato curioso, mas que poucas pessoas sabem, é que foi um pernambucano, João Alfredo Corrêa de Oliveira, que escreveu a Lei Áurea. A Princesa Isabel apenas assinou. De acordo com o professor, saber conciliar o lazer com os estudos através de uma rotina equilibrada e produtiva, trará muitos benefícios para os alunos e até familiares que embarcarem nos passeios e pesquisas.