Ticker

6/recent/ticker-posts

Cabo Aênia lamenta que "só em ano eleitoral" haja destinação de recursos do Estado para o Hospital da Polícia Militar


Ismael Alves - A ex-policial militar Cabo Aênia, pré-candidata à deputada estadual pelo PL, criticou a falta de atenção do Governo de Pernambuco com o Centro Médico Hospitalar da Polícia Militar de Pernambuco (CMH) ao longo dos anos. A unidade de saúde sofre com a  precariedade. Recentemente, publicações na imprensa apontam para a destinação de R$ 37 milhões. O recurso teria origem dos cofres estaduais.

Apesar da notícia animadora, Cabo Aênia adverte para a possibilidade de prática eleitoreira. Para ela, a "coincidência" com a aproximação das eleições é preocupante. Aênia defende que o CMH receba a devida atenção do Governo Estadual, independente de ser ano eleitoral. Ela relembra que "em 8 anos o CMH não recebeu recursos do Governo do Estado. Ela acredita que "a tropa não esquecerá todo esse abandono". 

Transparência

Com o objetivo de assegurar que o recurso anunciado chegue ao seu objetivo, Cabo Aênia defende a criação de uma Comissão Externa, por parte dos deputados estaduais,  para acompanhar o envio e utilização do dinheiro público para a  reestruturação do CMH. 

"Espero que pelo menos um dos 49 deputados que estão na Alepe solicite a criação de uma Comissão externa para fiscalizar o envio e a utilização desta verba, para assegurar que realmente este valor chegue ao financeiro do nosso Hospital, já que existe uma demanda muito grande de Reforma e pelo caráter de urgência ao nosso Sistema de saúde."

Igualdade no pleito eleitoral 

Para evitar desequilíbrio na disputa pelo Governo do Estado, Aênia defende que os repasses necessários para a manutenção de órgãos e entidades públicas deveriam acontecer antes do período pré-eleitoral. A ideia seria evitar o desequilíbrio na disputa pelo cargo de governador. 

Ela justifica sua opinião levando em consideração uma matéria publicada pela CNN, na qual uma fonte do STF, sob reserva, diz que a redução no preço dos combustível em ano eleitoral, defendida por Bolsonaro, caracteriza crime eleitoral por gerar "novos benefícios". 

Com Anderson e Bolsonaro 

Recentemente, Cabo Aênia reafirmou sua pré-candidatura à Alepe. Ela compõe a oposição liderada por Anderson Ferreira, pré-candidato ao Governo de Pernambuco com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, do mesmo partido.