Letreiro móvel superior

8/recent/ticker-posts

Mais de 155 mil pessoas correm risco de perder tarifa social no estado; saiba como manter desconto na conta de luz



G1 - Mais de 55 mil pessoas que vivem em Pernambuco correm o risco de perder o benefício da tarifa social de energia elétrica neste mês de maio por não terem atualizado o Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), de acordo com a Neoenergia. A empresa disse que esse número pode chegar a 155 mil pessoas até o fim de 2022.

A tarifa social é um benefício criado pelo governo federal para as residências de famílias de baixa renda, que podem ter desconto de até 65% na conta de luz, dependendo do consumo mensal.

Quanto menor o consumo maior o desconto. A exclusão da inscrição na tarifa social significa que o cliente perde, automaticamente, o desconto na fatura.

Para ter direito à tarifa social, é preciso ter renda média de até meio salário mínimo (R$ 606) e estar com o cadastro social no CadÚnico atualizado. Também é preciso ter um Número de Identificação Social (NIS).

Para regularizar a situação e garantir a tarifa social, ou mesmo se cadastrar na tarifa social, é possível ir em uma agência da Neonergia ou nos postos itinerantes montados pela empresa. Também é possível resolver a situação no site da Neoenergia ou pelo WhatsApp, no número (81) 3217- 6990.

Titular do NIS

De acordo com a Neoenergia, famílias que possuem o NIS têm direito à tarifa social, mas não recebem o desconto porque o titular do NIS não é o mesmo da conta de energia elétrica. Segundo a empresa, isso impede o cadastramento de forma automática ao cruzar informações com os dados do CadÚnico. Isso também pode ser resolvido no atendimento itinerante, pelo site ou pelo WhatsApp.