Letreiro móvel superior

8/recent/ticker-posts

Aumento da violência: assassinatos sobem 16,5% em Pernambuco no primeiro trimestre do ano



G1 - O primeiro trimestre de 2022 teve uma alta de 16,5% no número de assassinatos em relação ao mesmo período de 2021. A Secretaria de Defesa Social (SDS) informou, nesta sexta (15), que, entre janeiro e março deste ano, ocorreram 965 homicídios em Pernambuco, enquanto nos três primeiros meses do ano passado houve 828 casos.

Em março deste ano, a violência teve aumento, pelo terceiro mês seguido. No terceiro mês de 2022, foram registrados 346 assassinatos, contra 273, no mesmo período de 2021. Isso significa uma alta de 26,7%.

Em janeiro de 2022, houve uma alta de 8,47 % dos crimes contra vida, em relação ao primeiro mês de 2021. Em fevereiro, foi registrado novo aumento, na comparação com o segundo mês do ano passado: 14,2%.

Em março, um dos casos de maior repercussão foi o da garota Heloysa Gabrielly, de 6 anos, que levou um tiro em Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Grande Recife.

“Mais de 80% dos homicídios têm como motivação o tráfico de drogas”, disse a SDS, por meio de nota.

Ainda segundo a SDS, no Recife, o primeiro trimestre de 2022, o Recife teve redução de 8,7% no número de assassinatos. Entre janeiro e março, ocorreram 136 homicídios na capital pernambucana. No mesmo período do ano passado, foram 149 casos notificados.

Em março de 2022, no Recife, houve queda de 17,6%, no comparativo com o mesmo mês de 2021. No terceiro mês deste ano, aconteceram 42 crimes contra a vida, contra 51 notificados no mesmo período de 2021.

No estado, no primeiro trimestre, 13.614 pessoas foram presas, seja em flagrante ou em cumprimento de mandados de prisão.

Houve apreensão de 1.151 armas de fogo. Em março, 93 suspeitos de assassinatos foram levados ao sistema de justiça criminal, de acordo com o governo.