Letreiro móvel superior

8/recent/ticker-posts

VÍDEO - Anitta debocha da Justiça Eleitoral e incita amigos a descumprir determinação do TSE sobre posicionamento políticos em shows



Ismael Alves - A cantora Anitta usou suas redes sociais neste domingo, 27, para afrontar uma  decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ela diz que prefere pagar a multa de R$ 50 mil ao respeitar a Legislação Eleitoral e ter que e evitar posicionamentos políticos em shows artísticos, o que é vetado em ano eleitoral. Indo além,  a cantora prometeu pagar a multa para amigos artistas que queiram se manifestar no Lollapalooza Brasil 2022, incitando violação eleitoral e estimulando o desrespeito à Justiça.

"A gente não quer voltar para estaca zero, não. Pelo amor de Deus, tá? E vou lutar com todas as minhas armas. 'Ah, vai botar multa de não sei quantos'. Ah, então a gente paga, queridos. Briga aí meus amigos que quiserem se manifestar, eu pago a multa de vocês", completou ela.

Anitta encerra o vídeo com ofensas ante à decisão proferida pela Justiça: "Ah! Vá cagar!"

Entenda o caso

Após manifestação política durante a apresentação de Pabllo Vittar na última sexta-feira, 25, no Lollapalooza, o Partido Liberal,  sigla  do presidente Jair Bolsonaro, acionou a Justiça alegando propaganda eleitoral antecipada em falas contra o presidente e a favor de Lula. A conduta adotada por Pablo Vittar e outros artistas é proibida em ano eleitoral, o que levou o TSE a exigir o respeito à legislação vigente. 

Neste domingo, 27, o ministro Raul Araújo, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aceitou o pedido, dizendo que a ação da artista se configurou como "propaganda político-eleitoral". Na sua decisão, ele determinou que os artistas que se manifestarem politicamente no festival terão que pagar uma multa no valor de R$ 50 mil.