Ticker

6/recent/ticker-posts

Deputado Paulo Dutra sai em defesa de Danilo Cabral; leia a nota


Talvez Mendonça Filho tenha esquecido que Pernambuco, em 2007, quando Danilo Cabral assumiu a Secretaria de Educação do estado, ocupava a 21ª posição no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Naquele ano, o desafio confiado pelo ex-governador Eduardo Campos a Danilo e a todos nós que fazíamos parte de sua equipe era de implantar e consolidar políticas públicas de educação que mudassem a lógica do sistema educacional, com o objetivo de promover oportunidades de transformação social por meio de uma escola mais atrativa e focada na formação integral do cidadão.

Muito nos estranha Mendonça, após ocupar o cargo de ministro da Educação durante o governo do ex-presidente Michel Temer e ser cotado para ser ministro de Bolsonaro, desconheça a realidade atual da educação em Pernambuco e a atuação de Danilo Cabral em prol do nosso estado. Mostra que ele é um político desinformado e cujo seu tempo ficou para trás. O que pode explicar porque, nas últimas eleições, Mendonça, ao contrário do deputado Danilo Cabral, tenha sido derrotado nas urnas pela vontade do povo de Pernambuco.

São frutos da gestão de Danilo Cabral, por exemplo, a implantação da política pública de educação integral, o fornecimento de merenda escolar, a entrega de fardamento e material didático para alunos do ensino médio, a instituição do bônus de desempenho e desenvolvidas tantas outras políticas públicas que causaram verdadeira revolução educacional.

Com essas sementes plantadas em 2007, fomos ainda além, alcançando importantes conquistas ao longo de 16 anos de gestão do PSB no estado. Hoje, Pernambuco ocupa os primeiros lugares do Ideb, tem uma rede de de 540 escolas de referência em ensino médio e fundamental e de 51 escolas técnicas estaduais. É o primeiro estado brasileiro a universalizar a educação integral.

O reconhecimento do povo pernambucano ao trabalho de Danilo Cabral o elegeu três vezes deputado federal. Em sua atuação na Câmara, sempre priorizou a defesa da educação pública, inclusive presidindo a Comissão de Educação daquela Casa. Participou da Comissão que analisou a PEC do Fundeb, é autor dos projetos de lei que muda a distribuição do salário-educação a estados e municípios de forma proporcional à quantidade de alunos matriculados na educação básica, visando a desconcentração dos recursos, e que garante a distribuição de tablets e internet para alunos e professores da rede básica de ensino público.

Danilo Cabral, portanto, é um quadro qualificado do PSB, tem larga experiência em gestão, desempenhou importantes funções públicas e tem atividade legislativa que dialoga com as pautas progressistas. Conhece nosso estado e seus desafios como poucas pessoas. É um nome que verdadeiramente une a Frente Popular em defesa dos interesses das pernambucanas e dos pernambucanos.

Professor Paulo Dutra, deputado estadual pelo PSB