Gravatá: um ano de lua de mel com Joselito Gomes - Por Ismael Alves



Ismael Alves - O 'relacionamento' do prefeito Joselito Gomes (PSB) com a cidade de Gravatá, Agreste, não é algo que tenha se iniciado agora. Quando no exercício do seu sacerdócio, ele foi pároco da Igreja Matriz de Sant'Ana por muitos anos, período no qual o fez conhecer as particulares do município em todos os aspectos. 

Passado alguns anos do seu afastamento das atividades sacerdotais e tendo constituído família, Joselito iniciou uma caminhada institucionalizada no sentido de promover políticas públicas em prol de Gravatá. O primeiro passo foi dado com a vitória nas eleições para o Conselho Tutelar em 2019. Naquele momento seu nome passou a ser ventilado, por pessoas mais próximas, como uma opção para o Executivo nas eleições de 2020, no entanto, também era visto como algo improvável por boa parte das lideranças políticas. 

As eleições de 2020 mostraram que o 'improvável' aconteceu e Joselito Gomes saiu vitorioso naquela que seria sua segunda disputa por um cargo eletivo. O ex-pároco consegui formar uma coalizão na oposição que foi capaz de desbancar o veterano e então prefeito Joaquim Neto (PSDB) que buscava seu quarto mandato. 

Ao assumir o comando do município em janeiro de 2021, Joselito se deparava com o desafio de administrar em meio a um dos momentos mais críticos da pandemia, o que acarreta situações atípicas em todo o mundo. Mas apesar das adversidades, não demorou para que os resultados logo começassem a surgir. 

O hospital de Gravatá foi equipado com leitos de UTI, a rede pública municipal de saúde ganhou um Centro de Especialidades em Saúde da Mulher, o município facilitou a chegada e instalação de novos empreendimentos, destravou a construção civil, pavimentou ruas, concluiu e inaugurou a tão esperada UPA, além de outras diversas ações que despertaram o sentimento de expectativa atendida nos munícipes.

O resultado desse conjunto de ações garantiu que a gestão do prefeito Joselito Gomes concluísse o primeiro ano  de governo em plena  'lua de mel' com a população. Ele inicia 2022 com a certeza que, em ano eleitoral, não corre o menor risco "de ser um ser só", como já diz a letra da música 'meu mel'. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem