Ticker

6/recent/ticker-posts

Lula e Alckmin jantam em São Paulo e chapa para 2022 fica mais próxima




Correio Braziliense - O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (sem partido) e o ex-presidente Lula (PT) se reuniram em restaurante na capital paulista em um jantar que pode marcar o início de uma aliança rumo às eleições de 2022. Nos últimos dias, cresceram as expectativas do anúncio de Alckmin como vice de Lula na chapa do petista, que é pré-candidato à presidência.

Espera-se que o líder petista pose para uma foto ao lado do ex-tucano, sem, no entanto, anunciar a aliança – que já é dada como certa por políticos influentes de esquerda ouvidos pelo Correio na última semana. Está previsto um discurso de Lula em um púlpito montado no local.

Geraldo Alckmin chegou primeiro e foi para uma sala reservada, que só pode ser acessada por convidados que possuem uma pulseira especial. Lá, os jornalistas convidados não entram. Lula também se dirigiu à área exclusiva. O evento é organizado pelo Grupo Prerrogativas só para convidados e ocorre no restaurante Figueira Rubayat, em São Paulo.

Lá estão reunidas dezenas de políticos de diferentes espectros ideológicos, como o deputado federal Marcelo Freixo (PSB), pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro; o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP); a presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR) e o governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB).

Também estão presentes o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (sem partido); o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi.