Post de Clarissa Tércio sobre suposta "tatuagem em ânus em protesto contra Bolsonaro" é marcado como "informação falsa" pelo Facebook



Uma publicação feita pela página da deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) no Facebook, datada de 09 de outubro, foi marcada como "informação falsa" pela própria rede social. 

No post, a deputada compartilha com seus seguidores uma foto que mostra um homem tatuando a região anal como sendo em protesto contra o presidente Bolsonaro (sem partido).  Em tom de revolta, diversos internautas comentaram em defesa do presidente.

No entanto, a publicação não trata-se de um protesto contra Bolsonaro, como foi informado. De acordo com a agência AFP, responsável por checar a informação, o respectivo protesto teria sido realizado por um espanhol contra o então presidente norte-americano Donald Trump no ano de 2017, antes mesmo de Bolsonaro ser candidato ao cargo de presidente.

O post de Clarissa ficou marcado pelo Facebook alertando para a inveracidade daquela informação. 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem