Michele Collins repudia voto de aplausos à OAB pela colocação de placas sobre a identidade de gênero em banheiros da instituição




Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

Na reunião Ordinária virtual da Câmara do Recife desta segunda-feira (4), a vereadora Michele Collins (PP) afirmou repudiar o voto de aplausos da vereadora Dani Portela (PSOL) e do vereador Ivan Moraes (PSOL) em favor da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Pernambuco - OAB-PE. A congratulação se deu em razão da colocação de placas que respeitam a identidade de gênero de pessoas trans (transexuais/ travestis/ transgênero) nos banheiros da sede da instituição.

Michele Collins defendeu os motivos de ser contrária ao requerimento de número 10.384/2021. "Como mulher, eu me sentiria muito constrangida de estar neste banheiro”, afirmou a parlamentar, relatando que “as mulheres usam o banheiro e saem se arrumando. E aí você sai do banheiro e dá de cara com um homem”.

Ela disse que a placa traz uma figura feminina e a frase “sinta-se à vontade para utilizar este banheiro de acordo com a sua identidade de gênero”. Para a vereadora é necessário identificar a placa de outra forma, com a finalidade de proteger as mulheres de constragimento, inclusive contando com a possibilidade de visitantes levarem crianças ao local.

A parlamentar disse também que foi procurada por advogados contrários a iniciativa. “Alguns advogados já tinham entrado em contato comigo sobre a placa, não só os 29 que tiveram a oportunidade de assinar o documento. Inclusive existe hoje um grande movimento contra a presidência da OAB e o candidato da presidência, que apoia esse tipo de conduta”. Ela criticou que, “ao invés de fazer algo neutro, simples, do dia a dia, [a presidência] vem reforçar as ideologias ".

Ainda de acordo com a vereadora, o assunto e outras questões relacionadas à pauta de costumes, têm ocupado grande parte do debate durante as reuniões plenárias da Câmara do Recife, mas ela afirma que é necessário que o parlamento se pronuncie.

O requerimento de número 10.384/2021 teve a votação adiada por um pedido de vista do vereador Renato Antunes (PSC).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem