Gravatá | Serviço de "manutenção corretiva e preventiva" das escolas pode chegar a mais de R$ 4,4 milhões; conheça a empresa responsável


Não é novidade para ninguém a polarização política entre o prefeito Joselito Gomes (PSB) e o ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB) em Gravatá, Agreste. O acalorado embate entre eles acontece de forma permanente.

Nos últimos dias o acirramento tem se intensificado através de intenso debate sobre a educação municipal. Enquanto o atual governo diz que as escolas foram encontradas em condições precárias, o ex-prefeito usa as redes sociais para publicar vídeos e fotos mostrando como deixou as escolas ao término do seu governo.

Se o assunto já andava quente, uma publicação do Diário Oficial dos Municípios, na edição de hoje, vai servir como lenha na fogueira. É que a prefeitura, através da Secretaria de Educação, está contratando a  empresa Construgel Comércio e Engenharia LTDA com o objetivo de prestar "serviços comuns de engenharia com fornecimento de materiais para manutenção corretiva e preventiva dos bens móveis" pelo valor de R$ 4.480.894,10. 

Será que a novidade vai inflamar ainda mais o atrito entre situação e oposição? Resta aguardar os próximos capítulos.


Clique para ampliar




Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem