Bolsonaro diz que vacina contra Covid-19 causa Aids; governo britânico desmente




O presidente Jair Bolsonaro declarou, durante sua live semanal, que relatórios do Reino Unido sugeriram que pessoas totalmente vacinadas contra a Covid-19 começaram a desenvolver a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids). Contudo, o governo britânico desmentiu a afirmação e disse se tratar de fake news.

Ao G1, o Departamento de Saúde e Assistência Social do Reino Unido explicou que Bolsonaro usou a publicação de um site que compartilha mentiras e teorias de conspiração. Zahraa Vindhani, oficial de comunicações da Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido, também disse que as vacinas contra Covid-19 não causam Aids, e ressaltou que a doença é resultado do vírus HIV.

A mensagem citada por Jair Bolsonaro foi a seguinte: "Uma comparação de relatórios oficiais do governo sugere que os totalmente vacinados estão desenvolvendo a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida muito mais rápido do que o previsto". A informação falsa teria surgido no site conspiracionista beforeitnews.com, ainda de acordo com o G1.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem