Paulo Câmara renova estado de calamidade pública por mais três meses por causa da pandemia da Covid-19



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

Pernambuco prorrogou por mais três meses o estado de calamidade pública em todos os municípios e em Fernando de Noronha devido à pandemia da Covid-19. A medida, assinada pelo governador Paulo Câmara (PSB), foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (15) e vale por 90 dias, até 11 de dezembro. As informações são do G1.

O primeiro decreto ocorreu em 20 de março de 2020, poucos dias depois da confirmação dos primeiros casos de Covid-19 no estado.


O estado de calamidade é o nível mais grave de atenção possível, em âmbito municipal ou estadual. Ele é usado quando o desastre é grande demais para que o poder público local resolva por conta própria os danos ocasionados.

Para a decretação do estado de calamidade, o governador considera que "compete ao estado a preservação do bem estar da população e das atividades socioeconômicas das regiões atingidas por eventos adversos, bem como a adoção imediata das medidas que se fizerem necessárias para, em regime de cooperação, combater situações emergenciais".

O decreto nº 51.342 também considera os impactos e perdas significativas na economia do estado, bem como o fato de que os moradores do estado "não têm condições satisfatórias de superar os danos e prejuízos".

Por isso, diz a determinação, é exigida do Executivo "a adoção de medidas para restabelecer a normalidade nas regiões afetadas".

Coronavírus em Pernambuco

Mais 289 casos da Covid-19 e 14 óbitos provocados pela infecção foram registrados em Pernambuco nesta quarta-feira (15). Com isso, o estado passou a totalizar 614.430 confirmações da doença e 19.574 mortes de infectados pelo novo coronavírus.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem