Caos na saúde: por causa de superlotação e macas em corredores, Hospital Otávio de Freitas suspende cirurgias sem urgência por uma semana



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

O drama de pacientes que estão esperando por cirurgias, superlotando corredores do Hospital Otávio de Freitas, na Zona Oeste do Recife, levou a direção da unidade a suspender os procedimentos eletivos, durante uma semana. Nesta quarta (15), os gestores anunciaram que as operações que não têm urgência só voltarão a ser feitas na quarta (22). A informação é do G1.

Na terça (14), pacientes e acompanhantes denunciaram que no Corredor Norte do hospital havia pacientes aguardando cirurgias de várias especialidades ao lado de doentes com tuberculose.

Vídeos mostram muitos doentes em macas e camas, lado a lado. Em um deles, uma pessoa dizia que havia pessoas aguardando uma cirurgia há 15 dias, “como um bocado de lixo, um bocado de cachorro”.

Por meio de nota, a direção do Hospital Otávio de Freitas afirmou que os pacientes que têm cirurgias agendadas para esta semana “estão sendo comunicados da mudança pela unidade de saúde, já com nova data para realização dos procedimentos”.

O Hospital Otávio de Freitas é referência para o tratamento de doenças respiratórias, como tuberculose, e também traumato-ortopedia, clínica médica, urologia, cirurgia-geral e pediatria.

A direção informou, ainda, que, “esta semana, serão priorizadas as cirurgias de urgência, que requerem atendimento imediato e quando há risco de vida aos pacientes”.

Também serão realizadas com prioridade as cirurgias “em pacientes internados, mas que não podem ter alta médica pela gravidade do caso”.

A direção do Otávio de Freitas justificou a medida, informando que, assim, os leitos serão ocupados com pacientes da emergência e também do pós-operatório.

O objetivo, disse a unidade, é “dar agilidade aos procedimentos mais urgentes e diminuir a atual demanda”.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem