Presidente da Argentina diz que ‘brasileiros vieram da selva; argentinos, da Europa’ e fala gera repercussão negativa




Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


G1 - O presidente da Argentina, Alberto Fernández, se fez um discurso nesta quarta-feira (9),  que despertou reações ofendidas de mexicanos e brasileiros em redes sociais, após fazer uma citação em um discurso.


“Os mexicanos vieram dos índios, os brasileiros saíram da selva, mas nós os argentinos, chegamos de barcos. E eram barcos que vieram de lá, da Europa”, disse ele, durante um evento com o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, e empresários argentinos e espanhóis, nesta quarta-feira (9).


Fernández afirmou que estava citando um trecho de uma obra do poeta mexicano Octavio Paz, vencedor de um Prêmio Nobel de Literatura, mas na verdade mencionou parte da música "Llegamos de Los Barcos", lançada em 1982 pelo músico argentino Litto Nebbia, de quem já se declarou fã.


A letra da música diz, em espanhol: "Los brasileros salen de la selva / Los mejicanos vienen de los indios / Pero nosotros, los argentinos / Llegamos de los barcos".


O encontro aconteceu na Casa Rosada, sede da presidência argentina. Quando citou a letra, Fernández falava sobre as relações entre seu país e a Europa, se declarando um "europeísta" e elogiando a aproximação com empresários daquele continente.


Após a repercussão negativa, o presidente pediu desculpas em mensagens no Twitter.


"Afirmou-se mais de uma vez que 'os argentinos descendem de navios'. Na primeira metade do século 20, recebemos mais de 5 milhões de imigrantes que viviam com nossos povos nativos. Nossa diversidade é um orgulho. Eu não quis ofender a ninguém, de qualquer forma, a quem se sentiu ofendido ou invisibilizado, desde já minhas desculpas", escreveu.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem