Letreiro móvel superior

8/recent/ticker-posts

Operação Dragão do Mar: prefeito de Itapissuma e outras 23 pessoas são afastada do cargo



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

G1 - O prefeito de Itapissuma, Zé de Irmã Teca (PSD), foi afastado do cargo dentro da segunda fase da Operação Dragão do Mar, que apura crimes corrupção, fraude em licitação, entre outros, de segundo a Polícia Civil. O político, que foi reeleito em 2020, havia sido também afastado em 2019, na primeira fase da investigação, que apurou desvio de R$ 10 milhões.

Ao todo, para a operação desta terça-feira (29), foram emitidos 24 mandados de suspensão do exercício de cargos, empregos ou funções públicas por 180 dias - entre os alvos, está o prefeito. Também há 26 de busca e apreensão, emitidos pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), com alvos em Paulista e Igarassu, além de Itapissuma, no Grande Recife.


Não foram divulgados os nomes das outras pessoas que tiveram o afastamento decretado pela Justiça, nem onde trabalham.

As investigações que resultaram nessa segunda fase foram iniciadas em janeiro de 2020, mês seguinte à primeira fase, e foram comandadas pela delegada Viviane Santa Cruz, titular da 1ª Delegacia de Combate à Corrupção.

Nessa fase, os delitos apurados são peculato, que é crime cometido por funcionário público que desvia bem público para proveito próprio ou alheio; corrupção; fraude em licitação, falsidade ideológica, crime de responsabilidade e também desrespeito à Lei Trabalhista.

Os materiais apreendidos, como computadores, celulares e documentos, foram encaminhados ao Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife.

Os detalhes da operação desta terça-feira devem ser divulgados em coletiva de imprensa no final da manhã, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil.