Cortês | SINSMUC pressiona por pagamentos de servidores referentes ao mês de dezembro e 13° de 2020





Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


As cobranças em torno do pagamento de dezembro de 2020, bem como, do 13° daquele mesmo ano, pertencentes aos  servidores públicos de Cortês, na Mata Sul, seguem acontecendo.

Ao longo desta semana a vereadora Cristiane Oliveira (PSB), presidente da Câmara Municipal, chegou a defender o diálogo como ferramenta que possa levar a prefeitura a um consenso com os servidores e iniciar os pagamentos atrasados. Recentemente, ela havia elaborado uma sugestão de pagamento junto a servidores ativos e inativos para o Poder Executivo, propondo parcelamento da dívida.

Desta vez, o Sindicato dos Servidores Municipais de Cortês (SINSMUC) sob presidência de Enilson Quintino, fez uma nova manifestação em torno do assunto e defendeu celeridade na quitação da dívida. De acordo com Enilson Quintino, a prefeitura teria condição de efetuar os pagamentos pendentes "em duas ou três vezes". O sindicalista apelou para a "sensibilidade da prefeita". O SINSMUC é autor de uma ação que corre na Justiça sobre o caso. 

Atualmente, a cidade de Cortês é administrada pela prefeita Fátima Borba (Republicanos). Ao assumir a prefeitura em janeiro deste ano, ela herdou a dívida da gestão anterior. Até o momento a prefeitura não apresentou um plano para o pagamento atrasado. 

A gestão Municipal aponta para dificuldades financeiras, além de impasses gerados por irregularidades praticadas pela gestão anterior. 


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem