Sessão do TCE homologa em definitivo suspensão do Concurso de Gravatá-PE






Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305

Por Saulo • Via Jaula Cursos - A reunião que homologou em definitivo a suspensão do concurso ocorreu no dia 11 deste mês no plenário do Tribunal de Contas de Pernambuco. Foi julgado procedente o pedido de suspensão do certame, que foi aceito de maneira monocrática pelo conselheiro Adriano Cisneiros, nos autos do processo 20100828-2.


No relatório em anexo, fala-se em descumprimento de determinação do TCE que na ocasião recomendou a não realização das provas (diário oficial do TCE de 10/12/21). Colisão com lei de responsabilidade fiscal e realização de provas diante da pandemia foram os argumentos considerados na ocasião. Para entender o início desse processo clique aqui clique aqui .


Homologaram a suspensão, além do conselheiro Adriano Cisneiros: Carlos Neves, Valdecir Pascoal, Ranilson Ramos e Luiz Arcoverde. Gustavo Massa representou o ministério público de Contas.


Apesar do TCE ter apresentado posição difusa nas últimas sessões, a posição publicada hoje no diário oficial (anexo) distancia o concurso de um desfecho próximo. Inicia-se um processo de responsabilização do ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB), que poderá ser penalizado, sem isso acarretar prejuízo para banca. A suspensão julgada deixa nebuloso a eventual auditoria do certame. Não há uma certeza se ou quando irá ocorrer.


1 Comentários

  1. Esse Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), é um órgão completamente inconfiável. Não dar para confiar de jeito nenhum! O TCE-PE, era para ter tomado essa decisão, antes da realização das provas, do Concurso Público da Prefeitura Municipal de Gravatá. Em dezembro do ano passado (2020). E não agora. Com certeza, há politicagem, no meio dessa decisão. Já, que o órgão fiscalizador (TCE-PE), pertence ao governo do estado. E o atual prefeito de Gravatá, Joselito Gomes (PSB), é do partido e, aliado do governador Paulo Câmara (PSB). Isso, é uma imoralidade. Principalmente, uma falta de respeito com os concurseiros. Que se prepararam e, se dedicaram incansavelmente para as provas.

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem