Em Passira, dívida da gestão anterior com servidores é parcelada em 40 meses





Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


O prefeito Silvestre (PSD) de Passira, Agreste, tem relatado que assumiu a prefeitura no vermelho, literalmente. De acordo com informações repassadas ao blog pela própria gestão municipal, o novo governo herdou um déficit financeiro de aproximadamente R$ 21 milhões.

O montante da dívida inclui o salário referente ao mês de dezembro de 2020, que não foi pago aos servidores. A situação é ainda pior para os funcionários inativos que, além do mês de dezembro, deixaram de receber a metade do 13°.

A alternativa encontrada por Silvestre para resolver o imbróglio foi o parcelamento da dívida a perder de vista. A prefeitura fez a divisão em 40 meses. A primeira parcela foi paga no dia 30 de abril. 

A nova gestão tem se queixado das finanças municipais e alegado que a prefeitura tem enfrentado dificuldades devido o grande volume de dívidas deixadas pelo governo anterior, o que tem gerado significativos obstáculos administrativos. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem