Em Gravatá, conta de água terá cobrança de "serviço de coleta e tratamento de esgoto", informa Compensa





Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


No ano passado, o Governo do Estado, por meio da Compesa, entregou à cidade de Gravatá, Agreste, a primeira etapa do novo Sistema de Esgotamento Sanitário (SES), beneficiando 30 mil pessoas, o equivalente a 30% da população gravataense. Agora, a Companhia inicia uma nova fase: o início da cobrança da tarifa de esgoto nas áreas beneficiadas com o empreendimento a partir deste mês de abril. 

Para informar a população, a Compesa diz ter enviado  previamente cartas com todos os detalhes para os moradores dos bairros onde houve a implantação do sistema de esgotamento sanitário. Vale salientar, ainda, que os clientes classificados como tarifa social estão isentos. Para mais informações sobre a ação, a Compesa está atendendo através do 0800 081 0185.

O projeto do SES Gravatá contemplou a implantação de uma Estação Elevatória de Esgoto e uma Estação de Tratamento de Esgoto com um sistema de desinfecção ultravioleta que trata os resíduos e os devolve à natureza com um alto nível de qualidade.

A unidade possui capacidade de tratamento de 136 litros por segundo de esgoto. Além dessas estruturas físicas e suas redes, a obra ainda beneficiou a população com a realização de ligações intradomiciliares. 

O empreendimento recebeu o investimento de R$ 58 milhões do Governo de Pernambuco e Compesa, por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

-Publicidade-


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem