Após ter representação sobre AI-5 arquivada, Eduardo Bolsonaro se refere a mulheres da CCJ como "portadoras de vagina"; Hasselmann fala em Conselho de Ética



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


O federal deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou  no Twitter, nesta última quinta-feira, 08, um post do qual se refere às parlamentares da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) como “pessoas portadoras de vagina”. A publicação ocorreu como legenda que acompanhou um vídeo de  discussão de deputadas com o deputado bolsonarista Eder Mauro (PSD-PA).


No Twitter, Eduardo Bolsonaro publicou um trecho de uma sessão na CCJ em que Eder Mauro discute com a deputada Maria do Rosário (PT) .


No vídeo, Mauro se refere às parlamentares como “comunistas” e faz acusações sobre “implementar sexo para crianças de 5 e 6 anos nas escolas” e “ideologia de gênero”.


A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) usou seu perfil na rede social para compartilhar a postagem feita pelo filho do presidente Bolsonaro,  classificando-a como “frase sexista”. 

Hasselmann afirmou que irá entrar com representação disciplinar em desfavor do parlamentar no Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro.


Ainda nesta quinta-feira, o Conselho de Ética arquivou uma representação contra Eduardo Bolsonaro por declarações a favor da ditadura. 

Em 2019, ele disse que caso a esquerda radicalizasse , “a resposta poderia ser via AI-5”. Por 12 votos a 5, o processo por quebra de decoro parlamentar foi arquivado.


--Publicidade--



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem