Gravatá | MPCO adverte prefeito Joselito Gomes por falta de alimentação do Portal da Transparência

Foto: PMG/Reprodução



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305


O Ministério Público de Contas de Pernambuco ( MPCO) advertiu o prefeito Joselito Gomes (PSB),  de Gravatá, Agreste, por meio de ofício emitido em 28 de janeiro deste ano, após constatação de ausência de informações do governo nos portais da Transparência Municipal e Tome Nota, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE).

A manifestação do órgão ministerial ocorreu após denúncia oferecida pelo policial militar Rodolfo Silva (Cidadania). Ainda de acordo com o MPCO,  a ausência de alimentação de dados da gestão fere os princípios de transparência e da publicidade, e sujeita o prefeito à penalidade de multa. 

O documento endereçado ao prefeito foi assinado pelo Procurador Gilmar Severino de Lima.


O autor da denúncia
 


Rodolfo Silva concorreu ao cargo de prefeito nas eleições de 2020, tendo obtido 1.670 votos. Servidor público estadual, é sargento da Polícia Militar de Pernambuco, conservador e tem se destacado por desempenhar uma oposição técnica e contundente sobre o novo governo municipal.


Clique na imagem  para ampliar




Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem