Em vídeo, Pastor Eurico diz que prisão de Daniel Silveira é inconstitucional


--Publicidade--



Ismael Alves
politicanoforno@gmail.com
(81) 99139-7305




A Câmara decidiu, na última sexta-feira (19), manter a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que foi ordenada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Dos 25 parlamentares pernambucanos, o Pastor Eurico (Patriota) foi o único a votar contra a prisão.

A decisão do plenário foi tomada com 364 votos a favor da manutenção da prisão e 130 pela soltura, além de 3 abstenções.


Por meio de vídeo, o Pastor Eurico justificou e reafirmou seu voto. De acordo com ele, a prisão de Daniel Silveira, "eleito democraticamente pelo voto popular" é "inconstitucional", afirmou.


Para o Pastor Eurico, muitos deputados votaram a favor da prisão para não confrontar a vontade do STF, vez que boa parte deles, de acordo com o parlamentar, têm problemas na justiça.


Daniel Silveira foi preso em flagrante pela Polícia Federal, por crime inafiançável, na terça-feira (16), após publicar um vídeo em que ataca a Corte, incita o linchamento do ministro Edson Fachin e prega a volta do AI-5, o ato mais repressivo da ditadura militar (1964-1985).


Os deputados, durante a sessão, se posicionaram por meio do voto aberto. Apenas os líderes do PSL, do PTB, do PSC e do Novo orientaram as respectivas bancadas a se posicionarem contra a manutenção da prisão de Silveira.




--Publicidade--

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem