Polícia prende assaltante que matou Cabo da PM com tiro na cabeça no Rio








Ismael Alves
ismaelgravatafm@gmail.com
(81) 99139-7305


Um homem identificado como Jonathan Santos Targino,  acusado  de ter efetuado o disparo de arma de fogo à queima-roupa que tirou a vida do Cabo PM Cardoso na última sexta-feira, 04, durante um assalto a um estabelecimento comercial na cidade de Mesquita-RJ, foi preso na tarde deste domingo, 06. 

Após o ocorrido, Jonathan ainda teria sequestrado um servidor municipal da prefeitura de Mesquita, obrigando-o a dirigir durante parte de sua fuga. O bandido obrigou que o refém o deixasse em um ponto da Avenida Brasil, em Realengo, de onde teria seguiu até um apartamento localizado no condomínio Vivendas do Ipê Branco. No local, o criminoso se desfez de um revólver calibre 38.

De acordo com o Disque denúncia, Jonathan ainda teria deixado o endereço  e seguido até a Vila Kennedy, onde estaria sendo protegido por bandidos da localidade.

Ao tomar posse de informações preliminares houve mobilização dos batalhões de polícia da região com diligências do setor de inteligência policial. 

O crime

O policial Derinalto Cardoso dos Santos, 34, foi alvejado por um disparo de arma de fogo na cabeça no momento em que tentava impedir um assalto a uma loja na cidade de Mesquista, na Baixada Fluminente. Um dos assaltantes teria conseguido surpreender o PM sem que o mesmo tivesse chance de defesa. Sua morte cerebral foi confirmada por volta das 21h20 de sexta. Cardoso estava na polícia há 8 anos.




Siga nossas redes sociais


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem