Gravatá | Antes de encerrar mandato, Joaquim Neto fará afago aos artistas com criação do 'Prêmio Gravataense de Cultura'




Ismael Alves
ismaelgravatafm@gmail.com
(81) 99139-7305


O resultado das Eleições 2020 já ficou para trás para o prefeito Joaquim Neto (PSDB) de Gravatá, Agreste. Embora, não tenha faturado a vitória no pleito eleitoral, o tucano tem investido na criação de agendas positivas às vésperas da sua saída da prefeitura.

Acumulando a experiência de quem já teve vitórias e derrotas em sua trajetória política, bastaram as urnas indicarem o Padre Joselito (PSB) como novo prefeito que Joaquim passou a se comportar como quem já tem novo objetivo.

O prefeito em final de mandato tem acompanhado e inaugurado  obras, buscando se manter em evidência nas redes sociais.  Comentários de bastidores indicam que o político está disposto a empreender a segunda tentativa de angariar uma vaga na Assembleia Legislativa em 2022, fazendo casadinha com o deputado federal Eduardo da Fonte (PP).

Sua mais nova investida é junto ao setor artístico municipal. Ainda este mês, Joaquim lançará o Prêmio Gravataense de Cultura, que pretende premiar 225 iniciativas de produção cultural da cidade. A ação foi comunicada por meio do chamamento público n° 003/2020.

Transição - Sob acusações de estar dificultando o procedimento de transição de governo, Joaquim Neto não se posicionou sobre o assunto. As queixas têm sido feitas pela Comissão de Transição instituída pelo Padre Joselito (09). Nesta quarta-feira, 09, o assunto foi judicializado pelo novo governo. 




Siga nossas redes sociais

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem