Gravatá | PSDB e PSB descumprem Resolução do TRE-PE, desrespeitam normas sanitárias e promovem grandes aglomerações em atos proibidos pela Justiça Eleitoral



Ismael Alves
ismaelgravatafm@gmail.com
(81) 99139-7305


Protagonistas da polarização das Eleições 2020, em Gravatá, Agreste, PSDB e PSB, que têm Joaquim Neto e Joselito Gomes na disputa pela prefeitura, respectivamente, têm sido verdadeiros maus exemplos quando o assunto é cumprimento da Legislação Eleitoral e  respeito às normas sanitárias de prevenção ao coronavírus.

Durante toda a campanha eleitoral, ambas as siglas e suas coligações deixaram, por diversas ocasiões, de cumprir os protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias. Na reta final do pleito, tucanos e socialistas conseguiram intensificar ainda mais a desobediência, subestimando a gravidade da pandemia que vivenciamos.

Nesta quarta-feira, 11, a coligação de Joaquim Neto (PSDB) promoveu todo tipo de evento vedado pela Resolução n° 372/2020 do TRE-PE, publicada em 29/20/2020, que proíbe todos os atos de campanha eleitoral com aglomeração em Pernambuco. Nesta quinta, 12, o mesmo filme se repetiu, mas desta vez,  com o protagonismo da coligação de Joselito Gomes (PSB), também.

As carreatas, passeatas, motocadas e todas as formas de aglomerações presenciadas pelos gravataenses nesta quinta, organizadas pelos azuis e amarelos, refletem o total desrespeito pela Justiça Eleitoral, Promotoria Eleitoral, autoridades sanitárias e, inclusive, à saúde pública. 

A busca desesperada dos candidatos em impressionar o eleitorado indeciso nos minutos finais do pleito se mostra acima, até mesmo, do valor e respeito à  vida. Nem parece que mais de um milhão e seiscentas mil pessoas morreram em decorrência do coronavírus em todo o mundo. Outro ponto que deve ser observado é a iminência de uma segunda onda da covid-19 no Brasil. 



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem