Amaraji | Transição de Governo ainda não começou e preocupa gestão futura

Foto: Folha Regional/Reprodução



Ismael Alves
ismaelgravatafm@gmail.com
(81) 99139-7305


A partir de Janeiro de 2021, a cidade de Amaraji será governada pela médica Aline Gouveia (PSB), filha do ex-prefeito Jânio Gouveia e primeira mulher eleita para o cargo no município. Tendo o vereador Wagner de Demarcação (PSB) como vice, Aline desbancou o prefeito Rildo Reis (Avante) e a terceira via política encabeçada pelo empresário Ivan Queiroz (MDB).

Mas passado o calor da emoção de ser prefeita aos 33 anos, tendo obtido 6.611 votos contra 5.294 do seu principal oponente e 1.129 do terceiro colocado, Aline e seu grupo já se depara com uma grande preocupação: a transição de governo. 

Um ofício informando os nomes dos integrantes para instituir a  Comissão de Transição de Governo da futura gestão já foi protocolado na prefeitura, mas o atual governo ainda não se manifestou nem tão pouco iniciou o procedimento de troca de mandato, o que é assegurado após o resultado oficial das Eleições pela Lei Complementar n° 260, de 06 de Janeiro de 2014. 

Descomunalmente, o fato das Eleições estarem ocorrendo em novembro devido a pandemia, considerando que ainda há segundo turno em algumas cidades, significa que os prefeitos eleitos, mesmo os que foram definidos no primeiro turno, como é o caso de Aline, terão menos tempo para tomarem ciência dos assuntos administrativos das prefeituras.

Preocupado com o pouco tempo, o PSB pretende recorrer ao Poder Judiciário para garantir o devido processo de mudança de gestão.

Siga nossas redes sociais

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem