Cumaru | Impugnado: Eduardinho Tabosa tem pedido de registro de candidatura indeferido



Ismael Alves
ismaelgravatafm@gmail.com
(81) 99139-7305


O ex-prefeito Eduardo Tabosa (PSD) de Cumaru, Agreste, teve seu pedido de registro de candidatura negado pela Justiça Eleitoral na noite de Domingo, 25, após sentença exarada pelo Dr. Altamir Cléreb de Vasconcelos Santos, Juiz da 91ª Zona Eleitoral. 

A impugnação foi requerida pelo Cidadania, que tem Nadjane Peixoto como candidata à prefeita, além da 'Coligação Para Cumaru Continuar Avançando', formada pelos partidos PDT, PSB e PP, que dão sustentação à candidatura da prefeita Mariana Medeiros, e de interesse do próprio Ministério Púbico Eleitoral. 

Recentemente, Eduardinho teve o nome incluso na lista de gestores  inelegíveis devido rejeição de contas pelo TCE-PE. Além disso, os pedidos de impugnação apresentados, destacaram a rejeição de contas pela Câmara, nos exercícios financeiros de 1998 e 2014, dando também, ênfase a quatro tomadas de contas especias realizadas pelo Tribunal de Contas da União, julgadas irregulares. Eduardinho cometeu atos de improbidade administrativa.

Apesar de caber recurso, a situação gera grande desgaste para o político. Provavelmente, Eduardinho recorrerá da decisão e continuará fazendo campanha. O mote de 'ficha-suja', já explorado pelos seus adversários, ganha força e pode resultar numa desidratação política irreparável devido o pouco tempo restante para o fim do pleito eleitoral. 

Perguntar não custa nada - Diante de uma possível interrupção definitiva da candidatura de Eduardinho, para onde os seus votos migrariam? Nadjane e Mariana, ambas, candidatas e adversárias, também têm o dedo na impugnação de Tabosa. 



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem